Leaving Tours
Botswana

O Botswana é um país para os aventureiros e amantes da natureza. Até mesmo o nome, melodioso, espelha a harmonia da natureza nos seus trilhos selvagens pelas suas terras áridas ou pelas planícies verdejantes. A beleza da terra culmina onde as águas do Delta de Okavango vertem as suas águas sobre as terras sedentas do deserto do Kalahari.

Botswana

Cataratas de Victória e Botswana

No Botswana, o Delta do Okavango resiste às aventuras do progresso e celebra-se como a grande mãe e o grande pai da África negra.
SUGESTÕES
5 estrelas
 
Sussi & Chuma Livingstone
 
Apenas a uma pequena distância das famosas Cataratas de Victória encontrará o luxuoso Sussi, o local ideal para momentos a dois em perfeita comunhão com a natureza.
reserve já
5 estrelas
 
Sandibe Lodge Moremi
 
Ao ficar alojado neste lodge terá a oportunidade única de admirar a vida selvagem do Delta de Okavango, através de um safari, e regressar, ao final do dia, para desfrutar do conforto que aqui encontrará.
reserve já
Quer viajar em outra data?
Gostaria de conhecer todas as opções de alojamento e itinerários?
Não encontrou o destino que procura?
ITINERÁRIO

1º Dia - Lisboa ou Porto / Cataratas de Victória
Comparência no aeroporto 90 minutos antes da partida. Formalidades de embarque e partida em voo com destino a Livingstone, via uma cidade de ligação. Noite a bordo.

2º Dia - Cataratas de Victória
Assistência à chegada, e transporte ao hotel. As cataratas de Victória são umas das maravilhas da natureza. O rio Zambeze verte as suas caudalosas águas desde uma altura de mais de 100 metros e uma extensão de 1500 metros, originando imensas nuvens de água vaporizada. Quando o explorador Livingstone as descobriu, afirmou: "Os anjos quando estão no céu devem ver esta maravilha...". As cataratas formam ainda uma fronteira natural entre o Zimbabwe e a zâmbia. De tarde, saída para poder admirar as cataratas de outra perspectiva. Alojamento.

3º Dia - Cataratas de Victória / Chobe
Após o pequeno-almoço, saída para visita a pé das cataratas. De tarde, passagem da fronteira com o Botswana e transporte ao lodge no Parque Nacional de Chobe. O Parque, que conta com 11.700 km2, está delimitado pelos rios Chobe e Linyati e conta com uma grande variedade de antílopes, felinos, hipopótamos e é principalmente famoso pela grande quantidade de elefantes. Ao final da tarde, saída para safari. Jantar e alojamento.

4º Dia - Chobe
Saída bem cedo para safari ao amanhecer. Regresso ao lodge para pequeno-almoço e descanso. Ao fim da tarde, saída para novo safari, para apreciar a variedade de fauna e flora do parque. Jantar e alojamento.

5º Dia - Chobe / Delta de Okavango
Após o pequeno-almoço, transporte a Kasane, para sair de avioneta com destino ao delta de Okavango. O rio Okavango, o terceiro mais caudaloso de África, nasce a mais de 800km de distância, nas terras altas de Angola e vai descendo calmamente até chegar e desaparecer no ardente deserto do Kalahari, sem nunca chegar ao mar. Esta maravilha natural é formada pelo núcleo principal "Panhandle" e por diversos canais, meandros, lagoas e ilhas que se vão alternando e constituem um grandioso ecossistema único no mundo. Após o almoço no lodge, saída para safari. Jantar e alojamento.

6º Dia - Delta de Okavango
Após o pequeno-almoço, saída para visita ao Parque Nacional, incluindo um passeio em lanchas, pelos diversos canais, para ver a exuberante vida selvagem do parque. Após o almoço, continuação do passeio, incluindo caminhadas pelas ilhas do delta. Jantar e alojamento.

7º Dia - Delta de Okavango / Moremi
Saída bem cedo para safari ao amanhecer. Em hora a combinar localmente, partida de avioneta para Moremi. Após o almoço no lodge, saída para safari. Jantar e alojamento.

8º Dia - Moremi
Saída para dia inteiro de Safari pelo Parque, para descobrir a grande variedade de espécies de fauna selvagem que habitam este ecossistema. Poderá ver búfalos, girafas, zebras para além dos predadores felinos como os leões e leopardos. Jantar e alojamento.

9º Dia - Moremi / Maun / Portugal
Saída bem cedo para safari ao amanhecer. Regresso ao lodge para pequeno-almoço. Em hora a combinar localmente, transporte ao aeroporto de Maun. Formalidades de embarque e partida em voo de regresso a Portugal, via uma cidade de ligação. Noite a bordo.

10º Dia - Portugal
Chegada e fim da viagem.  

Qdrt.

DICAS

"Há viagens talhadas à medida de corações selvagens. Quando o mundo é, de repente, um lugar do belo, do carnal e do indizível. No Botswana, o Delta do Okavango resiste às aventuras do progresso e celebra-se como a grande mãe e o grande pai da África negra.

De África traz-se sempre a memória de um colo de mãe, a mãe que deixa os filhos brincarem à solta mas nunca lhes falta, nunca os deixa quando se afasta. O recreio desta África é húmido e torrencial, de avenidas de água intermináveis, de flores suspensas e juncos selvagens, de animais de porte e faunos invisíveis, de terra do nunca (ou de ninguém) e de safanões existenciais. Primeiro, o corpo rejeita, demora a entrar no grande mar, na vertigem do inesperado, do inominável  e indizível. É então a hora de frequentar o torpor, a claustrofobia, o desmedido dos céus baixos e ameaçadores, dos vaivéns de mosquitos, da suspeita de mil ataques. Depois, e quando o sangue espessa e acerta o compasso com a natureza, o viajante deixa-se embalar nas correntezas, nas remadas longas e cadenciadas dos marinheiros de mokoros (os únicos barcos a navegarem no coração do Delta) e todo o susto se desvanece ao contemplar o mundo por onde deambulou, um dia, o casal primordial."*


Informações Gerais

Documentação

Em viagem de turismo ao Botswana, os cidadãos portugueses necessitam de levar consigo o Passaporte com validade mínima de 6 meses. O visto não é necessário.

Idioma

Os idiomas oficiais são o Setswana e o Inglês.

Moeda

A moeda local é a Pula. Os cartões de crédito são aceites nos grandes hotéis, aeroporto e em algumas lojas e restaurantes. Os traveller cheques e as divisas podem ser trocados nos grandes hotéis e bancos.

Diferença Horária

+ 2 horas que em Portugal Continental.

Clima

O país está dividido em duas regiões topográficas separadas por um planalto. De um lado, a região semi-deserta e inabitada do Kalahari, e do outro, o vasto "mar” interior do Delta do Okavango. Todo o ano é válido para ir, mas o Verão, de Novembro a Março, é quando se vive o pleno de África.

A visitar

Para além do Delta, a maior atracção turística, poderá ainda visitar o deserto de Kalahari, a Reserva Moremi Game, o Parque Nacional Chobe e os vales Nxai.

Saúde

São necessárias vacina da febre-amarela e prevenção da malária (e recomenda-se a vacina do Tifo e Hepatite B). Antes de partir, deve contactar a Clínica de Medicina Tropical e do Viajante, Av. da Liberdade, 129, 7.º Dto, tel. 21 322 5621. A água da rede pública é potável em todo o país.

Corrente Eléctrica

220/240V.

Comunicações

O Botswana dispõe de uma boa rede de telecomunicações (telefone fixo e móvel) mas a maior parte dos campos (safari lodges) de uma parte do norte (Okavango e Chobe), comunicam com o exterior através de rádio.
Números úteis:
Polícia – 999
Ambulância – 997 ou 911
Emergência - 992

Outras informações

A posse e uso de estupefacientes são duramente punidos por lei.

80% da população é cristã. A ultrapassagem de cortejos fúnebres (muitas vezes constituídos por diversas viaturas) pode ser interpretado como uma falta de respeito.

 

 

*Rotas&Destinos

© 2020 - Leavingtours.